quarta-feira, 24 de setembro de 2014

sessão de terapia

- e você espera mesmo que o tempo cure?
- mas curar o quê? eu nem sei o que precisa ser curado, só sei que quero a ação do tempo, que o tempo aja, porque eu já joguei a toalha, não sei mais o que fazer com relação a esse engodo, viver tem sido enfadonho, chato, entediante.
- e você já tentou mudar o seu cotidiano para ver se ajuda?
- já mudei de yoga para pilates, o caminho de casa para o trabalho, até o horário de almoço eu já mudei, mas é incessante pensar em tudo, em querer ficar no que me dilacera.
- e dilacera mesmo?
- claro! só dilacera, inclusive, não há benefícios mais, então o melhor é partir.
- ainda acho que é só uma questão de ajuste, mas minha sessão acabou, preciso ir.
- sim, meu próximo paciente também já deve ter chegado.
- pode deixar que peço para ele entrar.
- obrigada!


Nenhum comentário: